AMB Maranhão

Devido ao elevado número de casos câncer de pênis no Maranhão SBU traz mutirão de cirurgias para o Estado

Diversos estudos apontam que a doença tem maior incidência nas regiões Norte e Nordeste do Brasil.

Embora não haja uma estatística oficial do Ministério da Saúde, diversos estudos realizados por profissionais da área apontam que a doença, geralmente associada à pobreza e à falta de informação, tem maior incidência nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, com destaque para o Maranhão.

O Estado concentra a maior quantidade proporcional de casos de câncer de pênis no Brasil e no mundo, de acordo com o Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (Iarc). No Maranhão, são 6.1 casos por cada 100 mil habitantes.

“O câncer de pênis ainda é uma doença frequente em nosso país, principalmente em algumas regiões do Norte e Nordeste, nas quais o índice de homens acometidos só é menor do que o de alguns países da África subsaariana. O tratamento desse câncer, dependendo da evolução da doença, pode tornar necessária a amputação parcial ou até mesmo total do órgão. A limpeza inadequada do pênis, provocada algumas vezes pela presença de fimose, e as infecções sexualmente transmissíveis estão entre as principais causas desse tipo de câncer. A SBU, nessa campanha, pretende divulgar essas informações, fazendo com que os homens se conscientizem da importância desses cuidados para evitar essa doença, e também alertando sobre a necessidade de consultar um especialista assim que seja notada alguma alteração nesse órgão”, enfatiza Dr. Alfredo Canalini, presidente da SBU.

Essa realidade fez com que a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) realizasse um mutirão de cirurgia de postectomia (circuncisão), no dia 4 de fevereiro de 2022, em TODOS os Estados do Norte e Nordeste, contemplando um número total médio de 150 homens do SUS. No Maranhão serão realizadas no Hospital Carlos Macieira e Hospital Presidente Dutra.

Além desse mutirão a SBU realiza também campanha de prevenção e esclarecimento através de lives com urologistas no perfil do Portal da Urologia no Instagram (@portaldaurologia), além de publicar posts e vídeos esclarecendo as principais dúvidas sobre câncer de pênis.

Postagens relacionadas

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.